segunda-feira, 14 de agosto de 2017

O Analfabeto Político e o Bolsa-Família

Repensar redistribuição de renda, modelo econômico, político (eleitoral), tributário...  esta tem sido a tônica das sociedades mais evoluídas do planeta.

Afinal uma mudança obriga outra mudança, que obriga outra mudança, que obriga outras muitas mudanças e tudo vai mudando ao mesmo tempo.  

Ano passado, por exemplo, em junho de 2016, os suiços discutiram, votaram e rejeitaram num plebiscito um projeto de renda-básica (R$ 9 mil p/ mês sem fazer nada).

Renda-básica é repensar distribuição de renda, de tributos, de empregos e aposentadoria, tudo numa só idéia e num só pacote. Um pacote que promete a solução quase total dos problemas sociais de modo prático, simplificado e condensado.

Esse debate lá fora está bombando, mas "porraqui"...  Xiiii, parece até mistura de palavrão, burrice, demagogia e paternalismo ao mesmo tempo.  Traduzindo, muitos consideram puro populismo para caçar votos dos ingênuos.

No país da "meritocracia" em que Moros e Dallagnois são os heróis da classe-média, pois estudaram e merecem super-salários e projeção social, não cabe nem mesmo bolsa-família, o que dirá renda-básica.

E eu conhecendo o povinho desinformado e preconceituoso que temos "porraqui" nem vou me dar o trabalho de explicar nesse post o "porquê" muitos países avançados estão vendo essa como a única forma de resolver seus problemas nacionais.

O que posso adiantar dessa história, é que por conta das novas tecnologias, e erros nas reformas trabalhistas e previdenciária, somados a crise internacional - não só aqui mas em todos os países - ocorre uma drástica diminuição dos empregos.  E isso tem que ser remediado de alguma forma.

A se considerar que nosso tímido "bolsa-família" poderia algum dia, se aperfeiçoar e se transformar num avançado"renda-mínima" como aliás defende e pretende o Ex-Senador Eduardo Suplicy, não consigo aceitar que gente atrasada tente acabar com esse  auxílio.

Esses velhotes (Temer, Meirelles, Angorá, Doria) defensores de uma velha modernidade, tipo Silvio Santos/RR Soares, querem moderrnizar o País com idéias de 1920.  E são aplaudidos por coxinhas analfabetos!

PRECISAMOS - URGENTE - ENTENDER QUE O BOLSA-FAMÍLIA NÃO DEVE SER DIMINUÍDO E SIM AUMENTADO E TRANSFORMADO EM RENDA-BÁSICA (renda- mínima).

Vale estudar e se esclarecer sobre o assunto!

By Mico Leão
Tollstadius 


Suplicy: 

"Se iniciarmos a renda básica, 

sempre haverá estímulo ao progresso"



ASSIM É O BOLSA FAMÍLIA NA FRANÇA:

"Fiquei um mês na França e posso comprovar que o bolsa família de lá é muito comum e bem aceito.


Na França, o ano escolar começa no início de setembro. Para ajudar os pais a comprar o material escolar, o governo francês (bolivariano-petista-comunista, sem dúvida) paga a cada família uma verba que varia de 364,08 euros (R$ 1.310,00) a 397,48 euros (cerca de R$ 1.432,80), de acordo com a idade dos filhos, que pode ser de 6 a 18 anos. 


Mas isso é só uma das modalidades do que se chama em francês de "allocations" (um termo que deve ter origem em algum livro de Marx, sem dúvida). 


Se uma pessoa tiver dois filhos, ela tem direito a receber POR MÊS uma "allocation familiale" de 129,47 euros (R$ 466,20), se tiver três filhos, 295,35 (R$ 1.062,00), se tiver filhos suplementares, 165,88 euros (R$ 597,00). 


A partir dos 14 anos e até completar 20, esses valores têm uma majoração, porque o governo bolivariano-comunista-petista acha que as famílias dos "vagabundos" franceses têm mais despesas com os filhos à medida que eles crescem. 


Esse tipo de auxílio à "vagabundagem" existe em vários países da Europa.


Ainda bem que nós, que vivemos numa democracia e que tiramos os corruptos e comunistas do poder por meio de um justificado golpe de Estado jurídico-parlamentar, estamos livres desse tipo de "demagogia" e de "populismo".
Bolsa-família, para quê, né? Nossa gente pobre é pobre porque quer. Bom mesmo é viver por aqui, né?


Um país sem violência social, sem resquícios de escravatura e onde todo mundo pode ter sucesso graças aos próprios "méritos".


Marcos Bagno"

O Amadorismo do PT e a Reforma Política (Eleitoral)


Enquanto todos os outros partidos já tem seus planos estratégicos para aproveitar as mudanças, após a Reforma Política, o PT se preocupa apenas em combater o inevitável.   

Se percebesse que em muitos aspectos essa Reforma Pretendida pode lhe ser favorável, mais que aos outros partidos, deveria estar a defender essas mudanças e se preparando para utilizá-las a seu favor.

Desde que saia do seu tradicional amadorismo eleitoral, o PT pode muito bem resgatar tudo que perdeu nas 3 últimas eleições.  Afinal é o único partido que tem militância e simpatia popular.  Quando se fala em "rejeição" ela existe mais quando se trata de determinados nomes políticos massacrados pela mídia.  E não rejeição ao partido como um todo.

Na média de todos os índíces, o PT ainda é o partido mais popular do Brasil, o que tem mais aceitação.  E é só essa falta de organização das forças potenciais do partido, a falta de direcionamento, que faz que não consiga o êxito na eleição de candidatos.  O PT tem muita força e pouca direção, daí ter pouco poder.  O poder é -e sempre será- uma sinergia das forças através de uma inteligente direção.  Como na física, potência é o resultado de força(peso) x direção(velocidade).

Gleisi Hoffman deve atentar para tudo isso e reposicionar o PT (deputados e senadores) para que não gastem muita munição e esforço em combater uma mudança que em muitos aspectos pode ser favorável.   Não dá mais para sair na frente, os outros já estão com os planos prontos, mas dá para ser menos retardatário e já começar a planejar...  ENQUANTO AINDA HÁ TEMPO!

Nós da militância aguardamos - nervosos - por saber em que direção devemos remar.  Alguém tem que apontar a direção!

By Mico Leão
Tollstadius


P.S.  Eu acredito que o PT é o Partido mais forte do Brasil, mais ético, tem grandiosa e valiosa militância, porém apresentou um fraco resultado nas 3 últimas eleições. Acredito que o potencial do partido tem sido sub-aproveitado. E que, na minha modesta opinião, decorre do mal direcionamento das forças que tem. Vejo que, com nova direção (Gleisi), poderemos ser mais acertivos (com "c" mesmo). 

terça-feira, 1 de agosto de 2017

TEMER SAI OU NÃO SAI ??? Fora Trump, Fora Temer e Fora Maduro???

Estados Unidos estuda atacar economia da Venezuela 

Os EUA (Não é o Trump) planejam medidas contra o setor petrolífero venezuelano, com consequências graves para a crise econômica que já abala aquele país.

 “A Venezuela está numa situação tão delicada que pode passar-se da crise humanitária a uma tragédia humanitária se as sanções forem muito duras”

A frase acima é de Francisco Rodrigues, do jornal El País.  

Muitos por lá -e aqui- concordam com Francisco, e mais, acreditam que o tiro poderá sair pela culatra, pois se os EUA atacam a desestruturada Venezuela, “geraria o ressentimento dentro da Venezuela contra os EUA”, comprovando as teses de Maduro (e do falecido Hugo Chávez) que sempre acusaram os americanos pelos males económicos do país.  E pior, aproximariam a Venezuela, ainda mais da Rússia e da China”.


O Petróleo mais rápido e de boa qualidade para os EUA? Claro! Logo ali na Venezuela.

"Ditadura"? 
A Arábia Saudita é um País de propriedade de uma família ditatorial, 100 anos no poder, mas não é considerada uma "ditadura". Basta "colaborar" com os EUA para ser uma "democracia"!


"A Venezuela, que fica a 70 horas, ida e volta, de navio em linha reta, da costa dos EUA, tem a maior reserva de petróleo do mundo e os EUA querem botar a mão. 
E o analfabeto político brasileiro acredita na velha mídia daqui, que é aliada dos EUA e que diz que a Venezuela é uma ditadura.   
Simples assim." (Stanley Burburinho)





São 297 bilhões de barris de petróleo. Mas os gringos só estão preocupados com a democracia, claro.

A verdade é que a Venezuela vive uma crise econômica provocada pela queda dos preços do petróleo (que representa mais de 90% da renda do país). A crise reduziu drasticamente os recursos do Estado e culminou com a escassez de alimentos e produtos de primeira necessidade.  Essa crise -de carácter econômico- é que deu origem a atual crise política.

Muitos entendem que a depreciação das "commodities", sobretudo dos preços do barril de petróleo, que empobreceram diversos países do dia para noite, não foi obra do acaso.  Acusam os EUA de serem o causador da queda dos preços para manter sua supremacia mundial que estava enormemente ameaçada.  

Mas parece que a China foi mais beneficiada, economicamente falando, pois é grande consumidora de matérias primas para "sua" indústria.  Bem... grande parte das "indústrias chinesas" é de fato Americana estabelecida em solo chinês e com uso de mão-de-obra chinesa.

Comprar petróleo barato dos Países Árabes, do Brasil e da Venesuela ainda pode ser considerado mal-negócio, se compararmos com a possibilidade de que as próprias companhias petrolíferas americanas façam sua extração, diretamente.  

Esse problema no Brasil já foi contornado adequadamente com a entrega do Pré-Sal, após um Golpe de Estado.   Temer conspirou contra Dilma, deu o Golpe, colocou os EUA no poder com Meireles, que entregou nosso Petróleo junto com Serra.   

O Brasil melhorou com o desgoverno Temer??  Lógico que não.
A Venezuela vai melhorar quando cair Maduro??  Também não!
E Temer já está "Maduro" para cair e ser substituído??  Talvez.

Mas os interesses do Capital Internacional continuam sendo atendidos.  E os interesses dos financistas internacionais, não são propriamente os mesmos dos EUA, e nem são os mesmo do povo dos EUA.  E também não se confundem com os interesse do Governo Trump.  E aliás, Trump vai cair também???


Tanto faz agora se é Temer ou o Chileno, ou ainda Carmen Lúcia...
A grande questão agora é lá na Venezuela, Brasil não interessa mais.
Importante -aqui- é assegurar que Dilma não Volte e Lula não ganhe as eleições de 2018, para não reverter o que já foi conquistado. 



Todas os faróis da Mídia estão agora em cima de Maduro, na Venezuela, para registrar sua queda e volta da "Democracia".  E o pior é que os coxinhas vão aplaudir.  


O Petróleo mais rápido e de boa qualidade para os EUA? Claro! Logo ali na Venezuela. "Ditadura"? A Arábia Saudita é um País de propriedade de uma família ditatorial, 100 anos no poder, mas não é considerada uma "ditadura". Basta "colaborar" com os EUA para ser uma "democracia".


Coxinha q aplaude a invasão dos EUA na Venezuela...


Abrevia o mesmo para o Brasil???


By Mico Leão
Tollstadius




Venezuela petróleo y amistades capciosas 

El oro negro atrae - Polêmica!

(Link do Vídeo: Assista Diretamente no You Tube!)
https://youtu.be/PtziVsF2xV8



Coxinha q aplaude a invasão dos EUA na Venezuela...
Abrevia o mesmo para o Brasil???https://micoleaodourado.blogspot.com.br/2017/08/temer-sai-ou-nao-sai-fora-trump-fora.html

CONHEÇA A VERDADE SOBRE A VENEZUELA
E ENTENDA PORQUE A GLOBO MENTE!
A DITADURA NÃO É LÁ, É AQUI.
Em 1989 a Venezuela estava a beira do colapso, havia fome, desemprego em massa, não havia saúde, educação ou segurança e o governo ignorava tudo isso seguindo a doutrina neoliberal com mão de ferro! Era o governo de Carlos Andrés Perez! Neste mesmo ano houve um grande levante popular em Caracas, a maior manifestação de famintos e excluídos de todas: o Caracaço! A reação do Governo Perez foi colocar as tropas na rua e deu a ordem: atirar na multidão! Mais de 300 pessoas foram mortas nesse dia pelo Exército! Mas um Coronel se RECUSOU a cumprir essa ordem nesse dia, seu nome era HUGO CHAVES! Anos depois ele, já conhecido por essa atitude e outras lutando pelo povo, foi eleito Presidente da República da Venezuela. O que veio a seguir foram as maiores mudanças e avanços em favor do povo que jamais foi visto antes na América do Sul! Alfabetizaram em 100% a população, levaram saúde a todos com ajuda de Cuba e seus médicos, melhoraram a educação, liquidaram a fome levando renda mínima ao povo, levaram moradia, etc.. Hoje a Venezuela está novamente em crise, dessa vez não por culpa do Governo mas por culpa dos ataques que o país tem sofrido! Estados Unidos derrubaram artificialmente os preços do Petróleo com ajuda da sua empregada Arábia Saudita e da exploração dentro do próprio país do petróleo de Xisto, um tipo de exploração totalmente nociva a natureza e saúde humana e que destrói toda a ecologia em uma vasta área ao redor de onde é feito mas pouco importa pra eles... Porque com essa derrubada dos preços do petróleo eles conseguiram derrubar a Presidente Dilma aqui no Brasil, abalar a economia da Rússia e deixar a Venezuela em profunda crise! Como se isso não bastasse, empresários burgueses da Venezuela que são pró Americanos escondem produtos e fazem constantes boicotes a economia do país! E o que Maduro pretende com essa nova Constituinte? 1 - Ele pretende possibilitar primeiramente abertura para novas concessões para construir refinarias e explorar petróleo no país que hoje é quase um monopólio da PDVSA.

A empresa encontra-se em má situação financeira e impossibilitada de ela mesma investir para se modernizar e ampliar. Isso difere da proposta da oposição primeiramente porque a parceria almejada por Maduro é com os Russos e Chineses, que querem ajudar e ser parceiros...
e a proposta da oposição é simplesmente:

A- entregar TODA A EMPRESA de mão beijada pros Americanos,
B- pegar um empréstimo de 50 Bilhões do FMI e, em troca,
C- implementar medidas duríssimas - austeridade - contra o povo igual o Temer está fazendo aqui e igual fizeram em 1989 no governo Perez...
2 - Implementar as medidas que Chaves tentou implementar em 2007 e não conseguiu, medidas que visam fazer reforma agrária, diminuir a jornada de trabalho de 8 para 6 horas, aumentar os benefícios sociais, dar mais poder ao povo e menos aos políticos, etc... Dizem alguns que hoje reclamam que essa nova Constituição é um insulto a memória de Chaves
que fez a Constituição de 1999, que está em voga hoje.

O que eles ignoram ou fingem ignorar é que o próprio Chaves viu que ela era insuficiente e tinha deficiências
e já em 2007 tentou mudá-la sem sucesso.
Mas hoje Maduro conseguirá fazer isso em nome do povo! Aqui no Brasil..
os hipócritas já esqueceram do aumento dos combustíveis,
da energia elétrica, do gás, das passagens, do fim da CLT...

esqueceram que estamos sendo Governados por uma quadrilha golpista no Congresso cujo chefe está na Presidência! Onde todos o políticos que apoiaram o Golpe estão denunciados e com provas, mas ao contrário de Lula estão soltos e exercendo o cargo de boa!
Entre eles Aécio Neves, aquele que disse:
"TEM QUE SER UM QUE SE PRECISAR A GENTE MATA"

Esquecem que hoje o Exército Brasileiro está nas ruas do Rio de Janeiro, não para garantir a segurança do Carioca (como diz a Rede Globo), mas para controlar a revolta da população que hoje está sem salários, sem saúde, sem educação, sem segurança, sem nada!


A DITADURA É AQUI MEUS AMIGOS,
E NÃO LÁ! Márcia do Vale.



MEIRELLES FRACASSA E ROMBO FISCAL DEVE IR A R$ 156 BILHÕES
E ainda tem coragem de falar em austeridade:😡
======================

A Gastança Desenfreada de TEMER, aqui no Brasil é proposital...

(Faz Grandes Gastos e Dívidas para Endividar Brasil)

Em breve, sem pre-sal, sem SUS-SAMU-UPA, sem férias, sem 13º, sem estaleiros, sem universidades, sem filosofia, sem sociologia, sem crédito, no mato sem cachorro, entregaremos o que sobrou do ouro aos bandidos. 

Trata-se, em última instância, de liquidar, no varejo, o patrimônio acumulado de US$ 370 bilhões de reservas nacionais, corda que nos segura de cair nos braços dos agiotas:

O FMI virá nos socorrer:. Já vimos esse filme.
Governo golpista começa a torrar as reservas acumuladas por Lula e Dilma

Leia Mais Aqui: 

http://aesquerdavalente.blogspot.com.br/2016/11/governo-golpista-comeca-torrar-as.html


=================================================


Pelas ligações e colaborações de 'MT' 
com embaixada e consulados dos EUA, 
na condição de informante, 
como mostrado pelo Wikileaks,
fica evidente que o vice-almirante Othon,
assim como familiares dele, 
foram usados por 'MT' e seu comparsa, 
o coronel Lima. 

A atuação da "Fraude a Jato" como uma
ORCRIM institucional fica mais que provada 
-de forma cabal- por esta reportagem.

Sérgio Moro não aceitou a delação do Cunha para "não constranger" o Temer:
http://www.ocafezinho.com/

Os lavajateiros (Moro) ignoram as evidências e provas criminosas por parte de Michel Temer e do Coronel Lima, seguindo as ordens dos departamentos e agências de espionagem e investigação dos EUA. 

Estes, que deram a ordem para 
retirar o Almte. Othon de circulação, paralisando e inviabilizando 
o Programa Nuclear Brasileiro
ao mesmo tempo que pavimentava 
a estrada para o golpe de Estado 
que levaria 'MT' e sua quadrilha 
ao Palácio do Planalto.

As digitais dos EUA na concepção, organização e aplicação do golpe 
se tornam mais nítidas a cada dia.

Por João de Paiva/GGN/Blog do Nassif

=============================


Qual Exemplo dá aos filhos, 
quem BATEU panela p/ Dilma 
e fica calado c/ a QUADRILHA 
(c/ provas documentadas) 
que está no poder???


Última foto de um animal extinto! 
Pesquisadores dizem viviam em lugares altos,eram predadores e só atacava a traição! Faziam muito barulho e andavam em bando! Penugem amarelada, migravam para os EUA! Esse espécime foi encontrado com uma espécie de panela de pressão num orifício não declarado!




Os EUA mantêm relações amistosas com a Arábia Saudita que,entre outras atrocidades,decapita seus opositores.Já com a Venezuela...


Virginia Maria Gomes Por quê a Venezuela aparece todos os dias no noticiário?
Porque tem um "ditador" no poder? 
Não - há diversos ditadores no mundo

ex: Camboja, Camarões, Chad, China, etc
PS: Em nenhum deles o "ditador" foi eleito democraticamente...
Porque está a beira do descalabro? 
Não - há vários outros países a beira do colapso. 
ex: Mauritânia, Argelia, Etiopia, Nigéria, etc.
Porque há pessoas morrendo de fome? 
Não - há inúmeros outros países com muitíssimo mais gente morrendo de fome. 
ex: Burundi, Eritrea, Comoros, Sudão, etc.
Por causa da suposta violência com que trata os seus opositores?
Oras, a Arabia Saudita acabou de decapitar 14 opositores, sem que houvesse o menor ruido, na mídia.
http://internacional.estadao.com.br/.../por-que-arabia.../
Ademais, a oposição contra Maduro tem assassinado apoiadores do governo, queimando-os vivos, e a mídia também parece não se importar com esse fato.
Mais de 23 pessoas que apoiavam o governo Maduro já tiveram esse mesmo fim, DESDE ABRIL.
http://www.resumenlatinoamericano.org/.../venezuela-el.../
Acredito que esse ítem também possa ser ignorado.
A Arábia Saudita deve condenar 14 opositores à morte…
INTERNACIONAL.ESTADAO.COM.BR

terça-feira, 18 de julho de 2017

ROBERTO REQUIÃO DIZ QUE : O BRASIL É NOSSO!


Não basta gritar 'Fora Temer', 'Diretas já'
É preciso juntar forças amplas e diversificadas em torno de uma plataforma comum - em defesa da Nação, da democracia e dos direitos do povo. Respeitando as diferenças, sem estreiteza nem sectarismo. Numa construção progressiva, "por cima" - articulando partidos, movimentos sociais, instituições democráticas, lideranças e personalidades influentes; e "pela base" - travando a luta cotidiana combinando interesses imediatos com o projeto nacional, com sentido unitário.  ( Luciano Siqueira )

Frente Ampla Brasil,  porque...
"O Brasil é Nosso!"


Conversei longamente com o Senador Roberto Requião na 19ª Conferencia Interestadual dos Bancários, ocorrida em Aracajú (SE) no dia da abertura, 15 de julho de 2017. Estávamos no restaurante, no horário do café da manhã, próximo ao Auditório onde, DEPOIS, ele proferiria a palestra de abertura.

Durante quase 2 horas, perguntei tudo que queria saber do Senador,
de "A à Z".  Sobre Lula, Dilma, Dirceu, Gleisi, Lindbergh, Ciro, Cardozo, Moro, Dallagnol... ninguém ficou de fora.

Sobre a conversa toda, prometo fazer outro post, mas o que me restou como tarefa foi escrever sobre o "PROJETO".  Isso mesmo, sobre  o "PROJETO"! Não que tenha me encomendado alguma coisa nesse sentido. Mas ele foi tão minucioso sobre o assunto: Necessidade de um "PROJETO" para o Brasil, que vou me ocupar aqui, nesse post, disso, do "PROJETO".

Segundo Requião, nada é mais importante agora que uma Frente Ampla Unificada Nacionalista (que já existe) com um projeto para o Brasil.

Não faz sentindo essa disputa acirrada de nomes quando ainda não temos sequer um Projeto para a Nação.  Claro que precisamos de um líder; mas primeiro precisamos da Frente e do Projeto e do engajamento do povo e do congresso em torno dele, para que exista sustentabilidade do mandato eletivo. Aí sim, depois disso, podemos pensar em eleição.

Essa frente supra-partidária "Nacionalista" tem como objetivo se contrapor ao Entreguismo do País, que se encontra nas mãos dos rentistas nacionais e internacionais.


A prova patente que o comando da Nação foi parar na mão do Capital-Financeiro-Internacional-Especulativo é o Orçamento!

Nos Gráficos do Orçamento Nacional se DESENHA quem é que fica com a parte do Leão, ou seja, quem manda, VEJAM:

Como denunciou o Rodrigo Janot, o chefe da quadrilha é o presidente do Brasil.  Mas o verdadeiro mentor, que está por trás de tudo (e de Temer) não é o Cunha, é o Meireles!

O inimigo número 1 da Nação Brasileira que está aí no governo é o Meirelles. Ele que é o sustentáculo de Temer.  (Moniz Bandeira)

Meireles, aluno de Harvard, praticamente um cidadão americano, após o Golpe contra Dilma, no desgoverno Temer, está consolidando essa ditadura do capital financeiro estrangeiro (em conluio com o empresariado nacional), e pretende disfarçadamente legalizar tudo com um Banco Central Independente, similar ao FED Americano (Federal Reserve).  Não querem mais intermediários, os bancos privados nacionais e estrangeiros querem governar diretamente.

Isso no Andar de Cima - em Brasília - pois o Brasil tem também outro governo no andar de baixo - em Curitiba - onde Sérgio Moro e Janot trabalham em coordenação com o Departamento de Justiça dos EUA.

 Lula e Dilma e sua incapacidade crônica de se valer dos instrumentos de poder. (Nassif)


Dilma, inexperiente, deixou que o "republicanismo" de (José) Cardozo empoderasse a PF, PGR, MP...
Tudo isso correndo solto contra o seu governo.  Mas Requião, ao contrário de Moniz Bandeira, não acredita que "O Brasil foi destruído por dentro com uma quinta coluna".

Foi desorganização e corrupção mesmo! 
A desorganização do executivo, porque Dilma é incorruptível, uma mulher exemplar.
Mas principalmente dos partidos, que são hoje como nunca o foram, corrompidos e desorganizados, se vendem fácil aos interesses dos Financistas.

Os ataques dos Especuladores Estrangeiros, as tentativas de controlar nossa economia sempre existiram e sempre existirão.  Mas só um congresso deformado por partidos como esses que temos agora, desorganizados e corrompidos, aceitariam todas essas coisas contrárias aos interesse do Brasil e dos brasileiros.

Requião não acredita também numa ditadura jurídico-midiática, isso é uma grande besteira, o Capital Financeiro Internacional coloca todo mundo a seu favor, corrompe e compra todo mundo para fazer o que ele quer fazer, inclusive o judiciário e a mídia.


Mas Requião acredita que esse projeto Neo-Liberal não é invencível, os brasileiros podem se unir em torno de um projeto contrário ao entreguismo, contrário ao capitalismo selvagem e radical.

O PROJETO TEMER/MEIRELES é voltado para o SUPERÁVIT FISCAL
Aumentar lucros do capital financeiro (rentistas) em detrimento do social (povo).
   VEJA AQUI!
Então é preciso um PROJETO CONTRÁRIO!
Um projeto em favor do POVO!

Não precisa ser um projeto socialista ou comunista, basta ser nacionalista com fins sociais.  Lula fez um Governo quase assim, Portugal de hoje tem um governo assim e Jango (que ao contrário do que muitos pensam não era socialista) tinham vários projetos nacionalistas e desenvolvimentistas.

Mas é preciso evitar - a todo custo - o facismo, ou seja, nacionalismo exacerbado, xenófobo e racista.  Tem que ser uma coisa mais "light", mais tupiniquim como convém a Pindorama, nada de imitar a Europa direitista, tem que ser um nacionalismo meio-esquerdista, ou até todo esquerdista.

É possível, na conjuntura atual, derrotar o projeto neoliberal?

ROBERTO REQUIÃO - Claro que é, nós sempre dizemos: "Tudo vai acabar bem". Quando está muito ruim, é que ainda não acabou. Nós estamos em um processo histórico e o Brasil vai superar isso.

 “fazer as alianças necessárias, 
mas sem traficar princípios” 
(Marx)
Segundo Requião, em nossa conversa,  a saída (a solução ) seria essa aí em cima:  Revitalizar a frente ampla com um projeto nacionalista.

Mas é claro, existem muitas dificuldades, entraves e perigos dessa Frente Nacionalista.

Comecemos pelas "alianças" pois se crê que justamente por alianças mal-feitas que chegamos nesse Caos no qual nos encontramos.  
Não é totalmente verdade, nossas alianças foram costurados com o melhor que existia, ou o menos pior.  Além disso, não se pode fazer alianças com o que não existe, ou com aqueles que não querem se unir.  O erro, creio eu, não foi fazer alianças, mas fazer alianças erradas e abrir mão de certos princípios, flexibilizá-los demais.

De qualquer forma, por uma questão de sobrevivência da nação precisamos aprimorar as alianças e construir essa tal frente ampla, que atualmente só existe no papel. 

Purismos a parte, num primeiro momento, isso sou eu que digo e não o senador Requião, precisamos de um acordão de sobrevivência dos partidos com uma trégua temporária até as eleições.  Os partidos tem que se comprometer numa pacificação até - no mínimo - as próximas eleições.

Bora parar de aceitar político 
falar em defesa de Lula (e Dilma). 
Eles estão sendo massacrados 
e estuprados em seus direitos a céu aberto. 
Político
s -que se diz do nosso lado- 
tá assistindo um assassinato de direitos, 
da saúde, da honra, da paz... INERTE. 
Srs POLÍTICOS, 
OU NOS LIDEREM P/ O LEVANTE CONTRA O GOLPE 
OU ASSUMAM OS OPORTUNISTAS QUE SÃO. 
AMANHÃ SERÁ CONTRA VOCÊS, 
E VERÃO COMO É TODO MUNDO ASSISTINDO 
DE BRAÇOS CRUZADOS 
ESPERANDO SUA MORTE OU PRISÃO. 
OU DERRUBAMOS O GOLPE 
OU ESTA DITADURA ENTERRARÁ TODOS NÓS.
#LevantePopularNoCongressoJÁ!    Míriam M. Morais

A partir desse acordão geral amplo e irrestrito inicial é que poderemos selecionar quem permanece na tal frente ampla unificada porém restrita.

Uma excelente idéia, para selecionar e consolidar essa FRENTE AMPLA E ÚNICA que está morta no Papel seria pedir colaboração do PSol, Rede e de todos os partidos que compõe a frente, que se expressem num Manifesto com 'MEA CULPA" pedindo Anulação do Impeachment da Dilma.

SÓ UM DILMA JÁ!
PARA TER UM LULA LÁ! 
QUEM CONCORDA ? 
DIGA FORA MORO!

Após essas assinaturas dos partidos pela anulação do impeachment, e o empenho pela sua aprovação no parlamento, poderia então acontecer a pretendida unificação em torno de um projeto progressista com foco no trabalhador.  Ou talvez,  com pretende Requião:  "Uma Aliança do Trabalho e o Capital Produtivo"

É preciso recuperar não só o comando do Brasil, é preciso barrar o anti-patriotismo, ataques a soberania nacional e a entrega do nosso território com suas riquezas ao estrangeiro :

Petrobrás,  Pré-Sal, Amazonia, Base de Alcantara, Indústria de Base, Construção Naval, Projetos Nucleares, Bancos Públicos, etc.

Então acabou a democracia mesmo? Estamos realmente numa Ditadura?
É só observar, diz Requião: "Quando 83% da população diz que não quer a REFORMA TRABALHISTA, o Congresso vota e o presidente sanciona, alguma coisa está errada."

A NOSSA BANDEIRA TEM QUE SER:

O BRASIL É NOSSO! 
(E DE MAIS NINGUÉM)

By MicoLeão
Tollstadius


Exclusivo! Moniz Bandeira fala para o Cafezinho...



EDITORIALMais

Temer quer o Brasil submisso ao imperialismo
No final de maio, o governo ilegítimo de Michel Temer fez um pedido de adesão do Brasil à Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE).
A instituição reúne o conjunto dos países ricos – Estados Unidos, Europa Ocidental e Japão, com a adesão de alguns outros – que, juntos, têm 1,2 bilhão de habitantes e um PIB de US$ 38,3 trilhões. Reúne os principais países imperialistas e impõe aos demais um ultraliberalismo radical.

A adesão que Michel Temer pretende é a mais veemente ilustração da mudança na política externa brasileira feita por seu governo golpista.

Aquele pedido corresponde aos anseios entreguistas de uma visão subordinada do Brasil nas relações internacionais, submetido às imposições imperialistas no mundo, em especial dos EUA. E significa uma mudança radical na política externa do país, que desde o primeiro mandato do presidente Lula rejeitou essa adesão.

Em 2007 a OCDE tentou obter a adesão do Brasil, que o governo Lula, em sintonia com o Itamaraty, não aceitou, preferindo fortalecer as relações Sul-Sul, pela integração da América do Sul, ampliação das relações com nações africanas, e favorecendo sobretudo o fortalecimento dos Brics (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul) como polo de integração soberana do Brasil no mundo.

As regras da OCDE, extremamente favoráveis ao grande capital especulativo, impõem a liberalização radical, e obrigam a renúncia à soberania nacional e à regulação da ação do capital.

Temer e seus acólitos não confessam que a aprovação procurada, na verdade, não é a dos povos e das nações, mas sim a das finanças internacionais. E sinaliza sua rendição às imposições do capital estrangeiro especulativo adotando as condições que supõem serem exigidas para atrair seus investimentos no Brasil.

A não aceitação de se juntar à OCDE pelo governo Lula tinha razão de ser. Para aderir àquele organismo, o Brasil teria que abrir mão de sua soberania sobre áreas importantes, como a criação de regras para o controle da ação do capital, que ficaria subordinado às regras ultraliberais impostas a partir de Paris, onde fica a sede da OCDE.

Ficaria vetada a regulação de áreas vitais, estratégicas, para o desenvolvimento nacional, como investimentos, comércio, agricultura, pesca, saúde, educação, ciência e tecnologia, governança corporativa, meio ambiente, seguros e previdência social, entre outras áreas.

Renúncia que pode chegar à abdicação do direito de julgar, nos tribunais brasileiros, e de acordo com a legislação brasileira, disputas envolvendo investidores estrangeiros. Disputas que ficariam subordinadas a tribunais, juízes e leis estrangeiras.

A eventual adesão do Brasil, se ocorrer, pode tornar-se o mais grave atentado à soberania brasileira promovido pelo governo antinacional de Michel Temer.

A política externa vexaminosa do governo golpista, dominada pelos preconceitos de subalternidade brasileira no mundo, rejeita a política externa definida pelo ex-ministro das Relações Exteriores Celso Amorim como ativa e altiva, praticada desde 2003. O pedido de adesão considerado por este governo entreguista como um selo de qualidade, de aprovação do Brasil, no exterior, submete o país a interesses externos e compromete a soberania nacional.

Esta é uma medida antinacional grave que os setores patrióticos e democráticos não podem aceitar, mas denunciar com veemência e se mobilizar contra mais esta tentativa de submissão do Brasil a potências imperialistas.

Mídia internacional desmascara o Golpe no Brasil

340.217 visualizações